Não basta baixar custos. É preciso inovar.

As últimas décadas foram dedicadas, pelas empresas mundo afora, na busca pela excelência operacional. O corte de custos, o downsizing, os sistemas de gestão consagrados como o Seis Sigma ou os programas e metas de eficiência não estão bastando para destacar-se  da concorrência e conquistar mais clientes  ou encantar consumidores.

Para um dos maiores especialistas em inovação – o professor, consultor, escritor e palestrante internacional Rowan Gibson – não existe plano B: é inovar ou inovar. “O combustível de todo tipo de crescimento hoje no mundo corporativo é a inovação. Sem ela, não há crescimento sustentável a longo prazo”, afirma o professor.

Continue lendo